De 23 junho a 20 agosto de 2017 / 19:00h - 18:00h
Exposição Fotográfica de Davy Alexandrisky "Quilindo Quilombo"

 

Davy Alexandrisky revela um lindo quilombo no Espaço Furnas,

O fotógrafo quer "desesconder o Brasil dos brasileiros"

Ocupando as galerias 1 e 2 do Espaço Furnas Cultural, em Botafogo, de junho a agosto, o fotógrafo apresenta a exposição individual Quilindo Quilombo, resultado de uma profunda imersão no cotidiano do Quilombo São José da Serra, localizado na região Sul-Fluminense.

Desesconder o Brasil dos brasileiros. É com essa premissa que se coloca a exposição “Quilindo Quilombo”, assinada pelo fotógrafo e agitador cultural Davy Alexandrisky. Revelando – sem trocadilho – uma cultura invisível aos olhares de muitos, mas presente, de uma forma ou de outra, no cotidiano de todos os brasileiros. Nela podemos ver parte do acervo iconográfico do Quilombo São José da Serra, localizado no distrito de Santa Isabel, em Valença (RJ), território referência da luta dos descendentes de escravos em nosso país.

A exposição surge de uma experiência vivida pelo fotógrafo em 2009/2010, quando, à época, coordenou o programa “Conexões Ponto a Ponto”, uma iniciativa do Ministério da Cultura que visava a troca de experiências a partir de parcerias entre pontos de cultura. Essa parceria, em especial, promoveu o encontro entre o Ponto de Cultura “Me Vê na TV”, coordenado por Davy, com o Ponto de Cultura do Quilombo São José da Serra. Entusiasmado com a novidade vivenciada no ambiente de cultura de matriz africana, Davy inscreveu-se então no edital “Interações Estéticas”, da FUNARTE, com o objetivo de fazer uma residência de três meses visando a troca de linguagens. Contemplado com o prêmio, desenvolveu oficinas de foto e vídeo no Quilombo São José da Serra e partilhou seu olhar de fotógrafo com os moradores da localidade, produzindo mais de mil fotografias que foram incorporadas ao acervo iconográfico da comunidade.

Na mostra, um conjunto de fotografias impressas em papel fotográfico, vinil, tecido e lambe-lambe, com o objetivo maior de materializar a emoção e a felicidade do artista de poder fazer parte dessa grande família do Quilombo São José da Serra.

“Constituída nos seus comportamentos, gestos e atitudes, a cultura de matriz africana é a liga que amálgama todas as influências colonizadoras a que fomos – e ainda somos – submetidos”, conta Davy. “O Quilindo Quilombo é, sobretudo, um projeto artístico que não necessariamente expõe, mas, sim, permite que quilombolas exponham-se, mostrando-se cidadãos que fazem parte do conjunto da sociedade brasileira que trabalha, consome e paga impostos, gerando a riqueza que forma o PIB do Brasil. Neste sentido, o olhar atento justifica-se pela ousadia de capturar o belo em favor de uma redescoberta do Brasil e de uma nova abolição, que desta vez liberte o negro de um olhar estereotipado. Mudar a visão que temos sobre negros e negras no Brasil torna-se cada vez mais necessário e, nessa prática, vamos revelando e descobrindo a riqueza da culinária, das danças, dos cantos, das histórias, da religião, das ciências e de tantos outros campos da cultura”, diz ele.

Com patrocínio de Furnas, durante dois meses, em um site specif, Quilindo Quilombo permitirá que mais pessoas visitem as nuances desse cotidiano especial. Uma bela oportunidade para difundir não só os saberes e fazeres da população desta comunidade em especial, bem como para promover a reflexão acerca da riqueza da cultura africana em nosso país, resguardada, mantida e ensinada pelos sujeitos praticantes que vivem nas mais diversas terras de quilombos espalhadas pelo solo brasileiro.

Por Márcia Peltier

Serviço

Exposição: Quilindo Quilombo, por Davy Alexandrisky.
Local: Espaço Furnas Cultural (Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo – RJ).
Abertura: dia 23 de junho, das 19h às 22h.
Visitação: até 20 de agosto; de terça à sexta das 14h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 14h às 19h.

 

Clique para habilitar o mapa
Espaço Furnas Cultural -Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo – RJ